Notícias & Eventos Notícias & Pesquisas

Mais de 700 Pessoas Assistiram ao Instigante Encontro “As Quatro Grandes Religiões”, em Viña del Mar

unab-judaismo-sociales-11
Universidad Andrés Bello
Compartilhado por Universidad Andrés Bello

2Valeria Aspillaga

Jornalista da Universidad Andrés Bello

Com 12 anos de experiência como jornalista do El Mercurio, de Valparaíso, Valeria foi editora de Economia e editora da revista Mundo del Agro. Também trabalhou como relações-públicas do Servicio de Cooperación Técnica (Sercotec), no município de Viña del Mar, e atualmente atua na Universidad Andrés Bello.

O teólogo Hugo Zepeda, que liderou o encerramento do encontro, destacou o bom trabalho da iniciativa, que reuniu pessoas para aprofundar o pensamento sobre algumas questões.

Organizado pela Universidad Andrés Bello Viña del Mar ao longo do mês de julho, o encontro “As Quatro Grandes Religiões” foi muito bem recebido pelo público.

O professor Eduardo Muñoz e o teólogo Hugo Zepeda encarregaram-se das sessões, que analisaram as origens e as visões atuais do budismo, do islamismo, do judaísmo e do cristianismo, destacando os marcos principais no desenvolvimento de cada uma dessas religiões.

A universidade e a Igreja

Na última sessão, o chileno Hugo Zepeda, que além de teólogo é também um advogado destacado, ex-padre, político e professor universitário, enfatizou a importância das atividades da iniciativa, que abordou as questões que atingem a religião atualmente.

“A iniciativa da Universidad Andrés Bello é muito sábia e acertada, uma grande extensão do papel da universidade. Lembro que, na Idade Média, as universidades foram abrigadas pela Igreja, com o objetivo de buscar a verdade pelo ensinamento e pela conexão com o meio social, que é o trabalho de extensão, e esses três pilares nunca foram alterados nas universidades. Quando se considera que em muitas línguas ainda são usadas, nas universidades, expressões que foram originadas na Igreja, como ‘claustro’, em espanhol, para ‘assembleia de professores’, ou ‘bachillerato’ / ‘bacharelado’, em espanhol e português, para ‘diploma’, não podemos esquecer ou ignorar a Igreja, especialmente quando a comunidade expressa um grande interesse.”

Materialismo

Sobre a grande audiência alcançada pelo encontro, em que mais de 700 pessoas participaram das quatro sessões, Zepeda comentou: “As pessoas têm fome de conhecimento, especialmente aqueles que não conhecem muito sobre religião, incluindo mesmo o cristianismo. Surge então um desejo de ganhar e adquirir conhecimento sobre esses assuntos. Além disso, não nos esqueçamos de que o estudo da religião é parte de nossa cultura e é indispensável nesta época excessivamente materialista em que vivemos. As pessoas percebem que têm uma necessidade profunda a ser satisfeita que é maior do que apenas ter ou ser, e é isso o que nos leva à religião.”

O encontro foi realizado pela Extensão Acadêmica da Direção de Vinculação, que organiza eventos que promovem a cultura e os assuntos da atualidade.

Qual é a principal religião do seu país? Você acha que esta época materialista provocou algum impacto na fé do seu país? Isso o inspira a adotar uma religião? Compartilhe as suas opiniões abaixo.

Saiba mais sobre os eventos empolgantes organizados pela Dirección de Vinculación da UNAB, ou visite o site da UNAB para conhecer mais sobre os seus cursos. 

Artigo Original – Universidad Andrés Bello

Sobre o autor

Universidad Andrés Bello

Universidad Andrés Bello

A Universidad Andrés Bello consolidou-se como uma instituição com tradição e ideais, enraizada em toda a sua comunidade universitária desde a sua fundação, em 1988. Atualmente atua na formação de mais de 70 carreiras, além de diversos programas diurnos e noturnos.

Deixe um Comentário