Estudantes em Destaque Hotelaria & Gastronomia

Reencontro com Christian Merlo, Empresário e Proprietário do Chez Merlo, Paris

rsz_rpgvvtyaqeqais1kneru_vegetables-810x540

Em um encontro rápido, Christian Merlo, estrela da culinária empreendedora que se formou na Les Roches International School of Hotel Management há mais de dez anos, contou as novidades.

Conte da sua carreira

Comecei a minha pequena empresa de catering há dois anos. Forneço alimentos e serviços para jantares em casa, restaurantes pop-up e todos os tipos de eventos de pequeno a médio porte: reuniões corporativas, galerias, coquetéis, etc. “Até agora meu maior sucesso foi ter trabalhado para o secretário-geral da OCDE, em sua residência, e para grandes eventos com público VIP. Além disso, trabalhei para diplomatas mexicanos, empresas de moda, butiques e alguns festivais de gastronomia.”

Nos últimos dois anos, também tenho ensinado desenvolvimento de conceito de restaurantes e marketing digital para restaurantes, no CMH de Paris. Isso é algo de que eu gosto bastante de fazer! (Nota do Editor: Talvez seja o momento de uma visita à sua ex-escola!)

Após meu bacharelado na Les Roches, voltei à cidade do México e comecei a trabalhar como gerente de uma pequena cadeia de bares de suco (uma empresa familiar). Eu me ocupava das operações da loja: compras, produção, comercialização, etc.

Tínhamos sete lojas e um centro de produção, elaborávamos mais de quinze tipos de suco fresco diariamente, da fruta à distribuição para as lojas. Foi uma experiência fantástica, repleta de desafios ao longo do caminho. A empresa passou por uma renovação completa, que incluía uma nova imagem, um novo logotipo, novos produtos e novas estratégias de gestão. Depois disso, recebemos uma oferta para vender o negócio e foi então que eu larguei tudo para voltar a fazer o que mais gosto: cozinhar.

MerloRetornei a Paris, para estudar arte culinária francesa no Le Cordon Bleu, e fiquei lá para trabalhar mais alguns anos. Passei por vários restaurantes, até que tive a grande oportunidade de me juntar à equipe do chef Alain Ducasse, em um dos seus novos restaurantes do hotel W, em Porto Rico.

Eu sempre quis participar da abertura de um restaurante, e esse ano na ilha foi fascinante.

Antes de voltar a Paris, passei mais uns dois anos na Cidade do México, onde trabalhei em vários projetos de restaurantes, e me tornei chef executivo e sócio de um pequeno restaurante chamado La Madriguera.  Foi uma grande experiência. Depois, passei um tempo muito difícil e lutei com um segundo grande projeto de restaurante, que fracassou. A vida, às vezes, toma caminhos inesperados e aí você acaba aprendendo mais…

Felizmente, logo depois fui convidado para trabalhar para a delegação mexicana do Festival de Cannes, onde eu atendia convidados internacionais. Foi então que decidi voltar a Paris e começar minha própria empresa de catering.

Por que você escolheu a escola Les Roches?

Sempre gostei muito do serviço, da comida e da hotelaria… É uma paixão – a paixão por servir. Eu escolhi Les Roches porque queria ter a melhor formação e sabia que a Suíça tem a melhor reputação do mundo em escolas de hotelaria. Gostei muito mesmo do programa que vi, quando fui a uma apresentação da Les Roches no México. A combinação dos três anos de trabalho acadêmico e prático na escola era muito atraente para mim – as disciplinas, as instalações modernas, as cozinhas superbem-equipadas, a chance de fazer três estágios em qualquer lugar do mundo que eu quisesse, as línguas e tantas outras coisas…. Além disso, tive a oportunidade de fazer um bacharelado em Indústria da Hotelaria após os três anos.

Qual foi a lição mais valiosa que você recebeu da Les Roches?

É impossível dar só uma resposta! Eu não percebia nem apreciava plenamente o nível de formação que estava recebendo, os valores e as experiências que me transmitiam naquele momento, quando eu estava na Les Roches, eu tinha apenas vinte e poucos anos…. Você vai para a aula, estuda, faz projetos etc. No final, eu era como qualquer estudante, com o único objetivo de passar em todos os exames e sonhar com o dia da formatura.

“Não era um estudante do tipo tranquilo nem o mais bem-comportado, mas é só com o passar dos anos que se percebe como aqueles três ou quatro anos na Les Roches no fundo formam você como profissional e como pessoa.”

Com certeza é o “modo de vida” da Les Roches, aprendendo com tantas culturas diferentes e todos os professores incríveis. Então, eu diria: trabalho em equipe, pontualidade, perfeccionismo, liderança, disciplina e nunca desistir.

Por que você acha que tantos empresários se formaram na Les Roches?
Porque a formação que recebem lá vai além da gestão hoteleira ou da aprendizagem para tornar-se um gerente ou um diretor de hotel. Eles formam você como profissional e como pessoa, de muitas maneiras. Abrem seu mundo e sua visão. Faz muitos anos que me formei na Les Roches e posso dizer que a escola mudou a minha vida para sempre, e continua a fazê-lo ainda hoje.

Artigo Original

Sobre o autor

Les Roches International School

Les Roches International School

A Les Roches International School of Hotel Management é um escola de ponta em negócios e educação em hotelaria localizada na Suíça (em Bluche), com campi também na China (Xangai) e Espanha (Marbella). Na Les Roches, os alunos experimentam o "estilo de vida Les Roches", conectando-se com os colegas de mais de 90 diferentes nacionalidades, um corpo docente internacional e líderes da indústria convidados. A Les Roches oferece programas de graduação e pós-graduação que combinam teoria e prática e gestão de negócios internacionais nos cursos. Este currículo atrai os recrutadores da indústria hoteleira a procurar recém-formados da Les Roches, que têm suas carreiras impulsionadas em empresas líderes de todo o mundo.

Deixe um Comentário